prisão de ventre

16 alimentos que causam e combatem a prisão de ventre

A prisão de ventre, apesar de ser um problema simples, traz muito desconforto e incômodo para quem sofre com ela. O que poucas pessoas sabem é que basta uma mudança na alimentação para melhorar a saúde intestinal.

Você sabia disso? Existem alimentos que auxiliam no tratamento da constipação e outros que favorecem a ocorrência desse distúrbio.

Confira este post, entenda um pouco mais sobre a condição e descubra 16 desses alimentos.

O que é prisão de ventre?

O intestino preso ou constipação, como também é conhecida, trata-se de um distúrbio intestinal que se caracteriza pela dificuldade que uma pessoa tem em evacuar.

Para que o diagnóstico seja confirmado, a quantidade de evacuações precisa que ser igual ou inferior a duas vezes por semana ou, então, quando o paciente precisa fazer um grande esforço para evacuar.

Outra característica da prisão de ventre é a consistência das fezes, que são mais duras do que o normal. Outro sintoma relatado pelos pacientes, é que, mesmo após ir ao banheiro, continuam com a sensação de que o reto ainda está cheio.

Conheça os alimentos que causam a constipação

Alguns alimentos prejudicam a formação do bolo fecal ou atrapalham o funcionamento do intestino. Caso você esteja sofrendo com a prisão de ventre, é importante evitar o consumo dos seguintes itens:

  1. biscoitos de água e sal: o principal ingrediente é a farinha branca. Quando ela é ingerida, absorve uma grande quantidade de líquido, prendendo o intestino;
  2. goiaba: uma das frutas que tem fitoquímicos, substâncias que, entre outras coisas, reduzem o movimento do intestino, tornando o seu esvaziamento mais lento;
  3. maçã: pode ser usada tanto para soltar quando para prender o intestino, dependendo da forma como é consumida. A casca da maçã favorece o trato intestinal, já a polpa tem efeito inverso;
  4. carne vermelha: por ser rica em proteínas, a carne vermelha exige que o sistema gastrointestinal faça um grande esforço para digeri-la, atrapalhando e reduzindo o seu funcionamento;
  5. massas e pães: alimentos pobres em fibras e vitaminas que contribuem para a contração intestinal, formação de gases e para prender o intestino;
  6. banana: por ser uma fruta que retém líquido, ela resseca as fezes, dificultando sua eliminação. Além disso, contém fibras e carboidratos, que deixam o trânsito intestinal mais lento;
  7. refrigerantes: bebidas são ricas em açúcar e substâncias químicas que prejudicam a atuação das bactérias benéficas ao organismo e favorecem a ação das bactérias maléficas;
  8. salgadinhos fritos: alimentos pobres em fibras e ricos em carboidratos e gorduras saturadas e trans, prejudicando o intestino.

Saiba quais são os alimentos que combatem o intestino preso

Assim como existem alimentos desfavoráveis ao intestino, também há aqueles que ajudam o sistema gastrointestinal e combatem o quadro de constipação. Confira a seguir alguns exemplos:

9. abacate: apesar de ser altamente calórico, o abacate tem propriedades laxativas e é fonte de gorduras monoinsaturadas, melhorando a lubrificação das fezes;

10. ameixa seca: tem grande quantidade de fibras, logo, ajuda a acelerar o trânsito intestinal;

11. água: as fezes são constituídas de água e, por isso, a hidratação é um santo remédio para o intestino preso;

12. abóbora: um alimento que contém alto teor de fibras, zinco, potássio e ferro, melhorando a flora intestinal quando consumida, pelo menos, três vezes por semana;

13. morango: fruta que tem muitas fibras, favorecendo a evacuação;

14. feijão: alimento rico em nutrientes, fibra e ferro, sendo muito benéfico para o intestino;

15. brócolis: assim como o feijão, o brócolis tem um alto teor de fibras e nutrientes, além de ter baixo índice calórico. Para a melhor absorção, consuma na versão crua;

16. amêndoas e nozes: dois grãos que também são ricos em fibra e fazem bem ao intestino. Porém, são altamente calóricos.

Agora você já tem uma boa ideia de como modificar sua alimentação e quais alimentos deve inserir e retirar do seu dia a dia. Entretanto, a melhor dieta é aquela preparada pelo seu gastroenterologista.

Quer saber mais? Clique no banner.

Powered by Rock Convert

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp