depressão

6 sinais de depressão

Em 2017, a Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou um relatório que aponta a existência de mais de 322 milhões de pessoas no mundo sofrendo com depressão. Esses números alarmantes indicam a necessidade de conhecer mais sobre essa doença.

Na maioria dos casos, um paciente depressivo apresenta diferentes tipos de sinais de que algo não está bem. Se esses sintomas fossem conhecidos por todos, o diagnóstico seria precoce e muitos dos casos já teriam sido solucionados. Por isso, não deixe de ler esse texto.

O que é a depressão?

É uma doença mental crônica que tem origem em disfunções químicas que afetam o organismo. Ainda hoje, a depressão é pormenorizada pelos familiares e pessoas próximas ao doente, sendo confundida com uma mera tristeza ou algum distúrbio de humor.

Porém, diferente do que pensam, pessoas depressivas sofrem bastante com os sintomas e, por isso, alguns casos resultam em suicídios. Essa patologia é dividida de acordo com a sua intensidade, podendo ser leve, moderada ou grave.

Ela também é classificada de acordo com a causa. A depressão pode ter origem em fatores genéticos do paciente, na deficiência de neurotransmissores ou na ocorrência de eventos estressantes que funcionam como um gatilho.

Conheça os principais sinais da doença

A depressão se manifesta a partir de alguns sintomas que são bem característicos. A seguir, uma relação com os sinais mais frequentes que um paciente depressivo apresenta.

1. Alteração de humor

Esse é o principal sintoma da doença, chamado de humor deprimido. Apresentar tristeza, indiferença e desânimo são condições inerentes à natureza humana e, por isso, nem sempre indicam um quadro depressivo.

Uma pessoa que apresenta o humor deprimido tende a perceber o mundo de uma forma negativa e infeliz, independente do acontecimento de uma coisa boa ou ruim. Geralmente, uma consequência desse humor é a baixa autoestima.

2. Perda de interesse por atividades prazerosas

Se o indivíduo deixa de se interessar por atividades que antes entendia como prazerosas, são grandes as chances de estar desenvolvendo um quadro depressivo. O desinteresse pode ser familiar, profissional e até sexual.

Em algumas situações, o paciente abre mão de seus projetos por passar a entender que eles não valem mais a pena, ou então, perdem o desejo de conquistar novos objetivos.

3. Mudanças no sono

Em função dos sentimentos ruins e da forma negativa de enxergar a vida, é muito comum que o paciente depressivo tenha dificuldades para dormir ou que passe muitas horas dormindo. Eles também costumam acordar no meio da noite e ter dificuldade para voltar a dormir.

4. Alterações no apetite

A perda ou o aumento do apetite também são sintomas comuns da depressão. Em geral, há um aumento no desejo de consumir açúcar ou carboidratos. Porém, os médicos só associam esse sintoma à doença se ele permanecer por mais de duas semanas.

5. Falta de concentração

Quem sofre com um quadro depressivo enfrenta dificuldades para se concentrar em algum assunto, para raciocinar e para tomar decisões. Por isso, é muito comum que o paciente passe por problemas na escola ou no trabalho.

6. Cansaço

Para quem sofre com essa doença, algumas atividades simples como lavar o rosto ou vestir-se pela manhã são extremamente cansativas. Ele também apresenta diminuição da energia para enfrentar o dia a dia e fadiga.

Esteja atento aos sinais da depressão, pois podem ajudar a identificá-la precocemente.

Gostaria de saber mais sobre este assunto? Clique no banner e se precisar, procure o seu médico de confiança.

Powered by Rock Convert

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp