coronavírus

5 Mitos e Verdades Sobre a Covid-19

Em razão de todo o temor que envolve a pandemia do Covid-19, há uma busca contínua por informações sobre o vírus. Porém, como costuma acontecer nestas situações de pânico, muitas informações falsas estão sendo propagadas pela internet.

Contudo, a divulgação destas mentiras pode agravar ainda mais a situação, principalmente se os boatos dizem respeito à prevenção e ao tratamento da doença. Assim, preparamos este post para dizer o que é verdade e o que é mito nas principais afirmações sobre o coronavírus.

1) Ainda não há cura para a doença.

Começamos bem, pois, de fato, ainda não foi desenvolvida uma cura para a doença. Porém, é bem provável que ela não demore a surgir. Isso porque está acontecendo uma verdadeira corrida para criar a vacina contra o Covid-19.

Apesar de não existirem medicamentos para o tratamento da patologia em si, os profissionais de saúde podem prescrever alguns remédios para combater os sintomas. Além disso, existem casos em que ocorre a “cura espontânea”, uma reação efetiva do organismo à doença.

2) As encomendas da China são as responsáveis por levar o vírus para vários países.

Trata-se de uma afirmação absurdamente mentirosa. Embora este vírus tenha a capacidade de sobreviver por até cinco dias em ambientes externos ao corpo, a probabilidade de uma pessoa ser contaminada é quase nula.

Mesmo que a encomenda adquirida tenha sido infectada por quem a manuseia, o microrganismo não consegue sobreviver às constantes movimentações e às diferentes condições climáticas que enfrentará durante a viagem.

3) Qualquer tipo de álcool é eficiente no combate ao coronavírus.

Mais uma mentira. A recomendação dos médicos é para que o álcool seja utilizado apenas na concentração de 70%, pois é o tipo que consegue afetar as bactérias, fungos e vírus.

Porém, a melhor maneira de manter as mãos limpas é lavando-as com água e sabão. Além disso, é importante mencionar que a produção de soluções caseiras para a higienização não é indicada.

4) Pacientes assintomáticos podem transmitir o vírus.

Verdade. Já existem evidências de que pacientes que portam o vírus e não apresentam sintomas também são potenciais transmissores do Covid-19. Entretanto, nesses casos, o potencial de contágio é menor do que em pessoas sintomáticas.

5)  Limpar as mãos com álcool é mais eficiente do que com água e sabão.

Mais uma fake news. Apesar do álcool ter o potencial de combate ao vírus, o sabão é o elemento mais forte e necessário para evitar a disseminação da doença. Isso porque ele é capaz de fragilizar e matar o microorganismo.

Quando um vírus está em contato com o corpo, ele fica protegido por restos de células, fazendo com que viva por mais tempo fora do organismo. Quando é submetido a água e sabão, o vírus perde essa camada de proteção, fica exposto e é rapidamente destruído.

E então, já se sente apto a não acreditar e nem repassar as informações falsas que recebe? A partir da leitura deste post, você já está vacinado contra os boatos sobre o Covid-19. Quer saber mais? Clique no banner e saiba mais.

Powered by Rock Convert

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp