O que é doença inflamatória intestinal?

As doenças inflamatórias intestinais (DII) são patologias de difícil diagnóstico. Assim, podem acometer uma pessoa durante anos sem ser descobertas. Com a evolução da medicina, foram desenvolvidos novos métodos de investigação e novas formas de tratamento.

Você conhece as doenças inflamatórias intestinais? Neste texto, será tratado de como elas afetam o organismo, os tipos mais comuns e as principais causas. Por isso, se tem interesse em saber sobre o assunto, não deixe de ler o texto até o final.

Entenda o que é a doença inflamatória intestinal

Conhecida pela sigla DII, esse termo engloba todo o grupo de patologias e distúrbios que acometem o trato intestinal. A principal característica da sua manifestação é a inflamação e irritação que provoca nos intestinos.

Outros sintomas comuns são dor abdominal constante, sangramento retal e a diarreia crônica. Ainda não foi desenvolvida uma cura para as DII. Dessa forma elas perduram por toda a vida do indivíduo.

Quais os tipos mais comuns?

Os diagnósticos mais frequentes de doenças inflamatórias intestinais são a Doença de Crohn e a colite ulcerativa. A seguir, você conhecerá um pouco mais sobre cada uma delas.

Doença de Crohn

É uma doença inflamatória que pode afetar qualquer órgão do sistema digestivo, desde a boca até o ânus. Essa é uma patologia crônica, de difícil diagnóstico, pois costuma não apresentar nenhum sintoma enquanto está no estágio inicial.

Os sintomas variam conforme o grau de evolução da doença, que é classificada em leve a moderada, moderada a grave e fulminante. Contudo, os principais sintomas são a diarreia crônica, dor abdominal, febre, perda de peso e sangramento retal.

Nos quadros fulminantes, o indivíduo pode apresentar dor articular, hemorroidas ou outras lesões no ânus como, por exemplo, fissuras, fístulas e abscessos. Ainda não se sabe causa da doença de Crohn, mas tem relação com uma falha no sistema imunológico.

O tratamento da doença de Crohn pode ser feito com o uso de antidiarreicos, aminossalicilatos, corticosteroides, imunomoduladores e antibióticos, com aplicação de agentes biológicos e/ou cirurgia de extração das regiões comprometidas do intestino.

Colite ulcerativa

A colite ulcerativa se caracteriza pela inflamação crônica e ulceração do intestino grosso, provocando crises intensas de diarreia, sangramento retal, cólica e febre. A evolução desse quadro pode desenvolver o câncer de cólon.

Também de causa desconhecida, pode ter origem genética ou em uma resposta exacerbada do sistema imunológico. O tabagismo pode contribuir para o desenvolvimento dessa doença.

A colite ulcerativa começa no reto e pode permanecer nele ou se espalhar para todo o cólon. O seu diagnóstico pode ser facilitado em função da forma como se manifesta, pois ela não afeta a parede do intestino grosso e, raramente, acomete o intestino delgado.

O tratamento da colite ulcerativa é o padrão seguido para as doenças inflamatórias intestinais, ou seja, controle dos sintomas, redução da inflamação e reposição de nutrientes.

Caso restem dúvidas, procure um médico especialista para conversar.

Quer saber mais? Clique no banner!

Powered by Rock Convert

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp