hepatite B

Hepatite B: transmissão, sintomas e tratamento

A hepatite B é uma doença causada por um vírus conhecido como VHB, que afeta as células do fígado. Trata-se de uma patologia infecciosa que pode ser transmitida de diversas maneiras.

Apesar de causar diversos sintomas e prejudicar a saúde do portador, essa enfermidade pode ser tratada e curada – principalmente quando diagnosticada no início.

No entanto, é importante seguir as orientações de um médico especializado e ter os devidos cuidados. Para conhecer mais sobre esse assunto, continue a leitura e saiba quais são os sinais e os tratamentos dessa doença. Confira!

O que é hepatite B?

Este é um vírus que afeta os hepatócitos (células do fígado), prejudicados diretamente pelo vírus ou por células produzidas pelo sistema de defesa do organismo, que agem para combater a infecção, causando um processo inflamatório mais severo e crônico.

O vírus VHB tem a capacidade de sobreviver em ambientes externos por vários dias antes de contaminar uma pessoa. Seu período de incubação dura cerca de um a quatro meses.

Um portador do vírus pode desencadear algumas formas diferentes da doença, como hepatite aguda, crônica, ou a fulminante, e fatal, mais rara.

O tipo agudo costuma durar pouco tempo, enquanto a crônica pode persistir por mais de seis meses.

Como é feita a transmissão?

Por estar presente no sangue, o vírus pode ser passado de uma pessoa para outra de diversas maneiras, tais como:

  • troca de saliva;
  • relações sexuais sem uso de preservativo;
  • transmissão de mãe para o filho durante a gestação, o parto ou até mesmo na amamentação;
  • compartilhamento de materiais hospitalares, como seringa e agulha;
  • uso de produtos de higiene pessoal (lâmina, escova de dente e alicates de unha);
  • transfusão de sangue.

Quais são os sintomas?

Na maioria dos casos, os pacientes não apresentam sintomas. Contudo, em algumas situações pode acontecer:

  • fadiga extrema;
  • tontura;
  • enjoo e vômitos;
  • febre;
  • dores abdominais;
  • amarelamento dos olhos e da pele;
  • urina mais escura e fezes claras.

Esses sinais costumam se manifestar até os seis primeiros meses, devendo ser investigados por meio de exames.
Menores de um ano têm 90% de chances de desenvolver esse tipo de doença. Nos adultos, o índice é de 5 a 10%.

Como é o tratamento?

O tratamento da hepatite em sua forma aguda é feito com processos que aliviam os sintomas e afastam o risco de complicações. Nessa situação, o portador pode levar a vida normalmente, tendo moderação nas atividades físicas.
Já em casos crônicos, pode ser recomendada a utilização de medicamentos que inibem a replicação do vírus, atuando como controle inflamatório.

A hepatite B é difícil de ser detectada, já que os sintomas podem não aparecer. Por isso, faça exames e evite compartilhar materiais de uso pessoal. Assim, você poderá evitar a contaminação e ter uma vida mais saudável e tranquila. Por isso, a melhor forma de prevenção é com a imunização, disponível no Sistema Único de Saúde.

Quer saber mais? Clique no banner!

Powered by Rock Convert

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp